História da Britânia: Como eram as cidades na Britânia romana?

A característica mais óbvia da presença romana na grã-bretanha eram as cidades, das quais eram a base administrativa e civilizatória. Muitas dessas cidades cresceram a partir dos estabelecimentos celtas, campos militares e centros mercantis. O avanço em termos de vida urbana foram imensos, pois a grã-bretanha era compostas por diversas tribos que apesar de conhecerem uma forma organizada de moradia e comércio, não eram tão amplas e esteticamente bem feitas como a dos romanos.

Tipos de cidades:

Coloniae (colônia): 

  • Cidades povoadas por colonos romanos. Elas eram caracterizadas pela população quase inteira de cidadãos romanos e eram organizadas à maneira de Roma, em termos de administração e práticas. Elas eram as formas de cidades mais importantes na Britânia Romana.
Colônias romanas na metade do século 2 d.C., depois do Imperador Trajano. (cada ponto é uma)

Municipia (município): 

  • Classificadas em segundo, em grau de importância, estando essa abaixo das colônias. Eram habitadas frequentemente por cidadãos romanos, mas a população era misturada e em alguns casos a diferença entre colônia e município era apenas uma questão de classificação.  Enquanto que as cidades coloniais eram baseadas nas cidades romanas como modelo de cidade, os municípios poderiam incorporar leis e práticas locais.
  • Os municípios poderiam, antes de sua conjectura principal, ser cidades tribais ou acampamentos militares. Exemplos de municípios na grã-bretanha são: Verulamium, Leicester, Dorchester e Canterbury. É possível que York e Londres tenham passado por um estágio de municipia antes de se tornarem coloniae.

Capitais Civitas:

  • Velhas capitais tribais Celtas, das quais os romanos admnistravam no interior da Brittania. Consideradas as menos importantes, eram efetivamente centros administrativos locais em que a mudança se dava apenas na administração, mas sua conjuntura social ainda era tribal.
  • Exemplos: Wroxeter, Chichester, Carlisle, Silchester, Exeter, Ilchester, Aldborough.

Por dentro da cidade:

Casas:

As casas eram exclusivamente residenciais ou poderiam inserir workshops ou shoppings de frente para a rua, com os cômodos na parte de trás.

Eram construídas de madeira pau a pique, pedra ou tijolos dependendo da riqueza do dono/inquilino ou da disponibilidade dos materiais. O acabamento das paredes poderia ser mostrado pela presença de gesso, em alguns casos pintado. O gesso ajudava a proteger contra o clima e internamente ajudar com a iluminação, caso as paredes fossem brancas.

As casas eram estreitas, uma do lado da outra de frente para a rua. Elas poderiam ser expandidas com quartos adicionais em qualquer direção possível. Algumas delas se tornavam casas compostas. (Exemplos em Dorchester e Caerwent)

Os compartimentos da casa incluíam quartos (cubicula); área de jantar (triclinia); cozinhas; salas de estudo; despensa e por aí vai.

Shoppings e mercados

Macellum:

Mercado de trocas. Shoppings poderiam ser encontrados na frente das estradas principais nos centros da cidade.

Órgãos públicos:

Basílica

  • Reservada para ensaios e reuniões de conselho.
Um exemplo arquitetônico de uma basílica romana (Basílica Massenzio)

Forum

  • Lugar essencial para encontros; era onde ocorriam as eleições; pronunciamento ao povo; e onde os assuntos de negócios poderiam ser conduzidos;

    Algumas partes eram sob o ar livre, mas haviam outras partes que eram sob colunata, pois chovia muito e também servia para proteger do sol.

click to return to image details
      Mercado à esquerda e o Fórum à direita.

Mansiones:

  • Eram pontos de paragem para aqueles que estavam em jornadas oficiais ou militares, mas também podiam ser usadas por comerciantes viajantes. Poderiam possuir casas de banho anexadas.
Centum cellas.jpg
            Torre de Centum Cellas

Distribuidor de Água

  • O suprimento de água fresca para as cidades marcou um grande passo em sofisticação, mas também no progresso, pois a tarefa de conseguir água fresca era muito árdua. As fontes dessa água eram os rios ou canais subterrâneos, porém o número de aquedutos na grã-bretanha é pequeno. A água era usada para beber, uso doméstico e para as casas de banho.

Ambientes Culturais

Casas de banho

  • Estas eram associadas a fortes, cidades, villas e raramente em casas individuais citadinas. Havia um complexo de salas com banhos de diferentes temperaturas, piscinas frias, vestiário e salas para

Há uma matéria muito boa do blog Última Parada sobre as casas de banho romanas.

Teatro:

Roman Theatre at Verulamium, within the Gorhambury Estate, St Albans
Teatro de Verulamium
Artists Impression of the Roman Theatre of Verulamium circa AD 180, by Alan Sorrell
Impressão artística do Teatro de Verulamium

Construído acerca de 140 d.C. é o único exemplo na Grã-Bretanha, sendo um teatro com um palco ao invés de ser um anfiteatro. Inicialmente, a arena era usada para procissões religiosas, danças, lutas corporais, combates armados e espetáculo com bestas ferozes. A partir de 180 d.C. o palco começou a se expandir, assim como o auditório. Em 300 d.C., através de um trabalho de reconstrução, o Teatro poderia assentar 2 mil espectadores.

Anfiteatros:

Anfiteatro Romano de Chester

O Anfiteatro de Chester era usado para briga de galos, “bull baiting”, e esportes de combates, tais como Boxe grego, luta greco-romana (Wrestling), e provavelmente o mais importante, combates entre gladiadores.

Caiu em desuso por cerca de 350 d.C.

Arcos Triunfais:

Arco de Claudius

O Arco de Claudius foi dedicado, em 51 d.C. para a comemoração da conquista britânica pelo imperador Cláudio em 43 d.C.

Uma moeda romana com as inscrições DE BRITANI (Triunfo sobre os bretões). E um arco triunfal cunhado na parte frontal.

 Âmbitos Religiosos

A dominação romana era essencialmente panteísta permitindo a crença em numerosos deuses e deusas, tanto pela parte deles mesmos quanto dos povos que subjugavam. Havia uma proliferação de templos e santuários para qualquer número de divindades dentro e em volta das vilas e cidades.

Antes do advento do Cristianismo, o único aspecto religioso unificador era o culto imperial. Isto significava que o Imperador era o mediador entre o plano terreno e o plano divino. Isto começou quando Augusto se tornou o padre principal em Roma (pontifex maximus) em 12 d.C. Na Grã-Bretanha a cidade de Colchester era o lugar mais importante para se fazer o culto imperial, com um santuário que foi levantado em 55 d.C.

Augustus como Pontífex maximus.

Templos:

  • Eram as casas para os deuses e também casas de adoração.

Ruínas de um templo celta-romano em Maiden Castle.

Santuários:

  • Eram lugares em que se acreditava existir a presença de um deus.
Um desenho do séc. 19 da vista de Camp Hill, no sudoeste do Rio Severn, de um antigo local de santuário.

Havia uma junção dos deuses romanos com as divindades locais; aqueles que tinham atributos parecidos eram venerados juntos. Um excelente exemplo seria Sulis – Minerva.

Sulis, Sul ou Sulevis era uma divindade da mitologia celta adorada na Inglaterra. Os romanos a identificavam com Minerva, e tinha os atributos da nutrição, doação de vida e proteção contra pragas. Sulis era o gênio local da cidade de Bath, chamada pelos romanos de Aquae Sulis.


Fontes:

An Illustrated History of Britain

http://www.roman-britain.org/places/viroconium.htm

http://www.heritage-explorer.co.uk/web/he/searchdetail.aspx?id=10514&crit=scene&large=1

http://www.associationromanarchaeology.org/romantowns.htm

http://www.gorhamburyestate.co.uk/The-Roman-Theatre

http://penelope.uchicago.edu/~grout/encyclopaedia_romana/britannia/boudica/claudiusarch.html

http://curses.csad.ox.ac.uk/sites/lydney-location.shtml

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s